Dicas sobre COBIT. Cinco recomendações para atuar com governança em TI

métricas para e-commerce
Métricas Para E-commerce: Por Gustavo Esteves do Métricas Boss
26 de julho de 2018
dicas sobre itil
Dicas sobre ITIL. Cinco recomendações para dominar o framework de serviço de TI.
2 de agosto de 2018

Dicas sobre COBIT. Cinco recomendações para atuar com governança em TI

dicas sobre cobit

Antes de apresentar as dicas sobre cobit, vamos entender um pouco melhor o que é e como é usado no mercado. O texto anterior sobre o curso de cobit já explicava, mas não custa reforçar. De acordo com a wikipedia, o COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies) é um framework de boas práticas criado pela ISACA (Information Systems Audit and Control Association) para a governança de tecnologia de informação (TI). Possui uma série de recursos que podem servir como um modelo de referência para governança da TI e do negócio, incluindo um sumário executivo, um framework, objetivos de controle, mapas de auditoria, ferramentas para a sua implementação e principalmente, um guia com técnicas de gerenciamento. Especialistas em gestão e institutos independentes recomendam o uso do Cobit como meio para optimizar os investimentos de TI, melhorando o retorno sobre o investimento (ROI) percebido, fornecendo métricas para avaliação dos resultados (Key Performance Indicators KPI, Key Goal Indicators KGI e Critical Success Factors CSF).

O Cobit não depende das plataformas adotadas nas empresas, tal como não depende do tipo de negócio e do valor e participação que a tecnologia da informação tem na cadeia produtiva da empresa.

Vamos conhecer então Cinco Dicas sobre COBIT.

1 – ITIL ou COBIT, qual o melhor?

ITIL e COBIT são muito diferentes, porem complementares então fica um pouco complicado afirmar qual o melhor. Quando o COBIT surgiu, ele era apenas um simples check-list de auditorias em TI. Somente na terceira versão é que surgiu uma proposta de guia e na versão quatro deixou de ser um framework voltado especificamente para auditoria.  Não existe um framework melhor. O que existe é a possibilidade de usar os dois e trabalhar com uma complementando o outro.

2 – É realmente importante entender os Objetivos em Cascata?

Os objetivos em cascata do COBIT 5 é o mecanismo que vai traduzir as necessidades das partes interessadas em específicos, acionáveis e personalizado objetivos corporativos, em objetivos relacionados a TI e os objetivos do facilitador. É sim importante entender esse fluxo para facilitar  trabalho de governança em sua empresa.

3 – Cobit 5 quais são as 7 categorias de habilitadores?

O COBIT 5 descreve 7 categorias de Habilitadores, sendo elas: O modelo do COBIT 5 descreve sete categorias de habilitadores: 1) Princípios, políticas e modelos; 2) Processos; 3) Estruturas organizacionais; 4) Cultura, ética e comportamento; 5) Informação; 6) Serviços, infraestrutura e aplicativos; 7) Pessoas, habilidades e competências.

4 – Como é a prova de certificação COBIT?

O Exame Cobit 5 Foundation tem uma duração de 40 minutos, com 50 questões de múltipla escolha. A Certificação Cobit 5 Foundation é aplicada pela certificadora APMG. O preço do Exame Cobit 5 é um pouco salgado, com preço de $300.00 Dólares.

5 – Dicas sobre COBIT para a prova de certificação

Fazer a prova em casa exige uma série de testes (vídeo, áudio e etc)…Captura da imagem do passaporte ou carteira de habilitação, foto do seu rosto e captura do local onde você fazer a prova: teto, chão, sua mesa e etc. Isso tudo mais a ansiedade para começar tem que ser considerados na sua decisão de fazer a prova em casa ou em um centro autorizado, onde você não terá todas essas preocupações e tudo estará pronto para você.

Esperamos que gostem das dicas.

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *